Arquivo

Archive for 04/09/2009

Totvs abre 270 vagas na área de TI

A desenvolvedora de softwares de gestão Totvs possui 270 vagas voltadas a profissionais de tecnologia da informação, com ênfase nas áreas de implantação e desenvolvimento.

Há oportunidades em todas as regiões onde a empresa atua, como as cidades de São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Joinville (SC).

Os interessados devem se inscrever no site da Totvs e ver o perfil das vagas e pré-requisitos para cada posição.

Polêmica: qual o melhor antivirus gratuito?

Confira abaixo a matéria elaborada pela equipe do Olhar Digital, onde foram realizados testes nas ferramentas antivírus gratuitas mais populares. Olha isso:

Há algum tempo, um dos posts de maior sucesso do blog foi “Qual o melhor antivírus gratuito”, onde o primeiro lugar nos testes também havia sido o Avast. Estes resultados e a matéria foram publicados na época, pela equipe do laboratório da INFO, e também na página da publicação houve diversas pessoas, entre profissionais e usuários, comentando sobre o resultado não ser “tão verdadeiro assim”. Como vocês podem conferir, na postagem anterior sobre este assunto, declarei minha indignação sobre o Avira ter sido considerado menos eficaz que o Avast e até mesmo, menos que o AVG.

Para provar que não estava sendo parcial, elaborei uma enquete onde. até o momento o Avira conta com 44% dos votos, como sendo o melhor antivírus gratuito, seguido do Kaspersky e do Avast, ambos com 15%. Não é somente minha opinião como usuário do software e como profissional de tecnologia que conta. Também a opinião popular até agora, vem reforçar o que já é óbvio. O interessante, é que no teste do Olhar Digital, aparentemente é usado o mesmo pacote de malwares utilizado pela INFO, e o resultado foi o mesmo; tendo Avast como a ferramenta que combateu e eliminou mais pragas virtuais. Fecharei a enquete em alguns dias, mas gostaria muito da opinião de vocês, caros leitores, sobre qual, realmente, é o melhor antivírus. Não baseado em um benchmark, utilizando apenas um tipo de pacote de malwares, mas sim, baseado na experiência que temos todos os dias, de nos conectar a Internet, e sermos supridos pela solução que temos em mãos.

Estou feliz com o Avira, e você? Qual o melhor antivírus gratuito na sua opinião?! Qual ferramenta você utiliza? Expresse, comente e vote na enquete, sua opinião é a melhor ferramenta para avaliar de maneira correta, precisa e imparcial.

Microsoft forçará atualização do Windows Live Messenger

Windows Live Messenger logoComo nas versões anteriores, a Microsoft já está planejando uma atualização para computadores com versões mais antigas do Windows Live Messenger. Usuários com as versões 8.1 e 2008 (8.5) serão obrigados a atualizar para a versão 2009 (14.0) em meados de setembro. Os usuários da versão 2009/14.0.8064.206 serão incentivados a atualizar para a versão 14.0.8089.726 em outubro.

A desculpa atualização é para corrigir uma falha de segurança introduzida pela inclusão de um caractere a mais na biblioteca de códigos do programa. A vulnerabilidade, derivada de falhas na biblioteca ATL (Active Template Library), pode comprometer o serviço abrindo espaço para instalação e execução de malwares no sistema.

Os problemas com a ATL já foram detectados antes pela companhia em outros produtos. Tudo parte da inclusão de um caractere posicionado de forma incorreta em seu código, no caso o “&”. Segundo a MS, códigos derivados da biblioteca defeituosa podem gerar programas que ofereçam perigo aos seus usuários.

Em julho, correções de segurança foram liberadas para arrumar a falha da ATL no Internet Explorer e no Visual Studio.

Acompanhe as matérias anteriores sobre o assunto, nos links abaixo:

Microsoft irá liberar correções para falha grave no IE8

MS corrige bug no IE… um dia antes descobre outra falha grave

Falha grave no Internet Explorer

@dominioti

Categorias:Internet, Utilitários

Como adquirir experiência em TI

Experiencia em TecnologiaUm dilema para formandos de Tecnologia da Informação é quanto à sua experiência. A maioria das empresas exige um grau de especialização que muitos recém-formados ainda não têm. Um dos motivos é que, enquanto cursam a faculdade, alguns estudantes preferem um trabalho fora da área de atuação, com um melhor salário. É importante, porém, pensar no longo prazo. Convém fazer um sacrifício hoje para poder ter melhores condições amanhã. Na tentativa de driblar essa situação, algumas dicas são partir para a busca do tradicional estágio na área, participar de projetos em parceria com empresas de TI, além de também fazer parte de um projeto Open Source.

O estágio é algo comum em muitas faculdades. O aluno ganhará uma bolsa ou um salário para desenvolver algum trabalho de interesse para a instituição ou para empresas – muitas também têm programas de estágio, vale vasculhar suas páginas na internet. A maioria das faculdades tem programas internos, e outras têm parcerias com empresas. Converse com o coordenador de seu curso sobre isso. Às vezes vale até recorrer a um financiamento estudantil.

Outra maneira de conquistar uma boa colocação no mercado é fazer parte de projetos que as empresas oferecem, tais como concursos e programas de certificação. Com a escassez de mão de obra qualificada em TI, as empresas investem no meio acadêmico e disponibilizam vários programas de parcerias com faculdades. Nesse caso, geralmente, a empresa oferece algum suporte para que alunos e professores estudem e desenvolvam algo utilizando determinada ferramenta ou tecnologia. Vasculhe os sites de empresas de sua área e procure por tais oportunidades.

Em relação à participação em projetos Open Source, essa é uma grande idéia e fácil de ser executada. Basta que o aluno crie ou participe ativamente de um projeto nesse perfil.

Parece banal, mas pode render muita experiência e contatos, valorizando o currículo. Falando em Open Source, a idéia é pensar em algo (normalmente um software) que seja útil para alguém, de forma profissional ou acadêmica. Em geral, quando se fala em um projeto Open Source, pensamos em TI, porém, muitos projetos precisam de especialistas de outras áreas, como saúde, educação etc.

Todas as ações desenvolvidas devem ser bem documentadas, e todo este dossiê deve ser liberado com o software. Mesmo que não exista o desenvolvimento de um programa, a bibliografia e disponibilização da mesma já é um ótimo meio de conseguir e demonstrar experiência, publicando-se assim os resultados da pesquisa em eventos, sites etc.
O site mais utilizado por pessoas que desenvolvem projetos Open Source hoje em dia é o SourceForge. É só se cadastrar e lançar seu projeto. Participar de uma iniciativa dessas pode demorar mais para lhe trazer resultados. A idéia é procurar um projeto com o qual você se identifique e entrar para a comunidade que o mantém.

A maneira mais fácil, porém,de começar nesse tipo de trabalho é por meio de traduções. Praticamente todos os atuais desenvolvedores começaram traduzindo algo, seja interface, dados ou documentação. Uma dica é ajudar alguma distribuição do Linux, por exemplo, o Ubuntu.

É possível que um estudante participe de todas as iniciativas acima para sair da faculdade mais qualificado e experiente: procurar um estágio, participar de um programa acadêmico de empresa e participar de um projeto Open Source. Tudo isso agregará valor ao currículo. Não se esqueça de documentar todas as suas iniciativas, peça certificados de participação, e-mails dos coordenadores etc. Também escreva muito, crie um blog e mostre para o mundo o que você tem feito e boa sorte nos seus projetos.

Juliano Marcos Martins é engenheiro de software na IBM, seu blog pessoal está em http://jmmwrite.wordpress.com.

Correção
No artigo da IBM publicado nesta coluna no dia 19 de julho, sob o título “Uma janela de oportunidades”, o nome correto do autor é Edson Luiz Pereira.

Fonte: O ESTADO DE S. PAULO – EMPREGOS – SÃO PAULO – 16/08/09 – Pg. Ce3

Área de TI será responsável por retomada da economia em 2010

Crescimento empresarialA economia mundial deve retomar o crescimento a partir do segundo trimestre de 2010 e a área de TI será a principal responsável por essa recuperação.

Do total de 500 CEOs entrevistados em vários países, 22,8% mostraram-se bastante otimistas. Entre os setores que devem impulsionar esse reaquecimento, tecnologia aparece em primeiro lugar, com 51% das respostas.

No Brasil o fato da TI liderar a retomada do mercado deve-se a alguns movimentos. O primeiro deles está ligado ao processo de fusões entre grandes bancos, a exemplo do Itaú/Unibanco e Santander/ABN Real.

Operações que vão culminar em altos investimentos em TI, eliminando qualquer possibilidade de desestabilizar o segmento. Os investimentos de 2,5 bilhões de reais anunciados em TI e o orçamento do Itaú estimado em cerca de 3 bilhões de reais.

Outro aspecto é a forte demanda das empresas por serviços de terceirização. O que leva a tecnologia a ser um importante aliado das organizações nas políticas de redução de custo, principalmente nesse momento de crise.  Com isso, quem ganha é o setor de tecnologia que se mantém forte.

%d blogueiros gostam disto: