Início > carreira, Tecnologia da Informação > TI é a profissão que mais estressa

TI é a profissão que mais estressa

Profissional estressadoUm estudo feito pela SWNS a pedido da empresa irlandesa SkillSoft demonstrou que os profissionais de TI são os mais estressados do mercado. De acordo com a pesquisa, 97% dos empresários deste ramo consideram seu trabalho diário estressante, sendo que quatro em cada grupo de cinco sentem-se exaustos antes mesmo de entrar no trabalho.

O levantamento envolveu mais de três mil pessoas, de várias profissões. Depois da TI, os segundos colocados em grau de estresse foram os médicos. Na seqüência, vieram engenheiros, vendedores e professores.

A pesquisa revela ainda que 37% das pessoas entrevistadas encontram dificuldade em cumprir prazos, enquanto outros 31% se estressam em ter de fazer o trabalho de outro colega. Desmotivados, 28% disseram não ter satisfação no emprego e que gostariam de trabalhar em outro lugar. Um terço preferiria ser seu próprio patrão.

Confira, a seguir, mais alguns dados da pesquisa.

As dez áreas que mais estressam os profissionais:
1. TI
2. Medicina
3. Engenharia
4. Vendas e marketingEstressado
5. Educação
6. Finanças
7. Recursos humanos
8. Operações
9. Produção
10. Religião

As 10 maiores fontes de estresse
1. Carga de trabalho
2. Sentir-se subestimado
3. Prazos
4. Tipo de trabalho
5. Fazer tarefas encarregadas de outras pessoas
6. Insatisfação
7. Falta de controle sobre as atividades do dia
8. Trabalhar durante muitas horas
9. Frustração com o ambiente
10. Metas

As 10 maiores fontes de irritação
1. Ver o colega fazendo corpo mole
2. Mudanças de idéia dos chefes
3. Falta de apoio da chefia
4. Pressão
5. Sentir-se explorado
6. Ser interrompido pelo colega
7. Ser interrompido pelo chefe
8. Ser intimidado pelo chefe
9. Falta de apoio dos colegas
10. Ser intimidado pelos colegas

Acho que o fator BAIXO SALÁRIO se encaixaria perfeitamente em todas as listas de fontes de estresse. Quando você ganha bem, acho que chefe chato, prazo curto, metas e outros fatores irritantes se relevam e fazem a pessoa um pouco mais estimulada e motivada a aguentar essas pressões. Mas essa é a vida do literalmente “pobre” profissional de TI.

Anúncios
  1. 24/02/2011 às 9:57 AM

    Olá Fernando.
    Realmente nossa área é bastante estressante, especialmente por demandar grande organização da gestão, o que em geral nao acontece!

    Acredito que trabalhar 10h por dia, ver colegas fazendo corpo mole, ser subestimado ou entrar em um projeto com prazos surreais jamais será compensado por um bom salário – mesmo que vc ganha 2 ou 3x mais.
    Mais diretamente: Qualidade de vida é algo que o dinheiro não compra se você viver 10h/dia “no Inferno”.

    Isso parece estar bem demonstrado na pesquisa, visto que BAIXO SALÁRIO nao apareceu!

    Parabéns pelo Post!

    Abraços.

    Diego
    Diego

    • Fernando Henrique
      24/02/2011 às 11:31 PM

      Olá Diego! Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Realmente não digo que a nossa área é a mais estressante, mas poderia listá-la no top five sem modestia!

      O problema, pelo menos no meu ramo que é suporte, é que somos cobrados na absurda maioria das vezes, por erros cometidos pelos outros. Os usuários erram, sabem que estão errando, continuam errando e quando a bomba estoura, querem a solução pra anteontem! Pra quem trabalha com desenvolvimento, como é o seu caso, é muito difícil estipular um tempo que vai demorar para desenvolver um projeto, um módulo. E as folgas para estes planejamentos são mínimos, isso quando existem folgas. Vivemos na pressão exatamente como você disse, no mínimo 10 horas por dia, quando muitas vezes somos obrigados a viver 24×7 ligados à empresa.

      Muito se fala sobre capacitação. Somos cobrados por melhorias técnicas, capacitarmos profissionalmente… muitas vezes sem recursos ou ajuda de custo. Mas nunca ouvi falar sobre CAPACITAÇÃO EMOCIONAL. Este é um tema raríssimo, que as empresas têm medo de tocar no assunto, por julgarem isso como um dinheiro simplesmente jogado no lixo.

      Enquanto não começarmos a implantar que o capital intelectual é apenas parte do capital humano, não veremos melhorias em nossas rotinas… vamos ficar cada vez mais frustrados, estressados e desmotivados, independente do quanto estejamos ganhando.

      Forte abraço e muito obrigado pelo comentário!

  2. Bruna Micaela
    20/05/2010 às 10:28 AM

    Bom Dia

    Gostaria de saber qual foram as porcentagem de stress das 10 profisso~es mais extressantes.

    Estou fazendo um trabalho sobre isso para faculdade e achei super interessante esse site.

    Grata.

  1. 01/02/2010 às 5:02 PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: