Início > Corporativo, Mercado de Trabalho, Profissional > Decifre os anúncios de emprego e saiba o que é regra e exceção nos requisitos

Decifre os anúncios de emprego e saiba o que é regra e exceção nos requisitos

Há alguns posts, abordamos sobre as exigências dos anúncios de vagas de emprego. Afinal, é preciso possuir todos os pré-requisitos para concorrer a uma vaga? Hoje falaremos mais sobre o assunto, expondo o que é realmente necessário e o que é legal arriscar, caso não tenha a total experiência exigida ao se candidatar à uma vaga de emprego.

Os classificados dos jornais apresentam centenas de vagas para as mais diversas áreas. Mas decifrar o anúncio é a chave para saber se o seu perfil se encaixa na oportunidade apresentada, ainda que não se tenha todos os requisitos solicitados.

Quando a vaga pede uma característica imprescindível, como por exemplo, inglês fluente, isso significa que esse requisito é obrigatório e eliminatório. Se o profissional não tiver domínio sobre o idioma, nem adianta se candidatar.

Porém, se o recrutador informar que o inglês fluente é uma qualidade desejável significa que essa habilidade é um diferencial, uma vantagem para quem o tem, não a tornando obrigatória para o preenchimento do cargo.

Requisitos Sabendo ler efetivamente o anúncio da vaga fica mais fácil entender que tipo de profissional determinada empresa está buscando. Dessa forma, não é necessário que o candidato preencha todos os requisitos para concorrer ao posto desejado.

É preciso, contudo, que o profissional tenha familiaridade com o setor para o qual vai enviar o currículo. Se ele trabalhava para a indústria e se candidata para uma vaga na área de serviços, não terá muita chance.

Se o candidato encaminhar um currículo para um anúncio e os requisitos solicitados estiverem muito distantes das qualificações que ele apresenta, muito possivelmente o documento será analisado rapidamente e descartado.

O que pode ocorrer é o currículo ficar em um banco de dados para outras oportunidades, ou, quando for uma pesquisa pela Internet, ele nem entrará no filtro estipulado.

Vagas abuntantes – Em setores onde há a carência de mão de obra especializada, como a de Tecnologia da Informação, quem tiver ao menos alguma experiência ou o mínimo de requisitos solicitados sai na frente.

Quando há essa escassez  de profissionais e a oferta de trabalho é maior do que a procura, quem estiver semiqualificado leva vantagem.

Esse profissional é absorvido pelo mercado por necessidade. Por isso, se a qualificação é pouca, mas há muitas vagas no setor, vale a pena tentar o trabalho, ainda que não se tenha todos os requisitos previamente solicitados.

Algumas competências, para determinados cargos, são essenciais, mas outras podem ser adquirias ao longo da carreira.

Eventualmente, solicitam de um profissional da área de TI conhecimentos de muitos programas e linguagens de computação. Nesse caso, dificilmente um profissional sabe tudo. Mas caso ele tenha aproximadamente 80% dos conhecimentos solicitados, já é considerado próximo ao perfil solicitado.

O profissional deve ter cautela ao elaborar o seu currículo. Ele poderá ficar “queimado”, caso informe no documento habilidades e conhecimentos que não possui. Nesse caso, o aspecto ético fica comprometido.

Fonte: IG Empregos

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 25/01/2010 às 10:21 PM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: