Técnicas motivacionais em Governança de TI

Criar um ambiente motivacional ainda é um grande desafio para a as empresas, até mesmo para as que já reconheceram o real valor individual e intelectual de cada pessoa que a compõe. Identificar quais são as causas da desmotivação empresarial é um dos fatores que mais impulsionam pesquisas psicológicas, o estudo comportamental do ser humano se torna mais complexo com aumento significativo da informação disponível. Você nota que algo está errado, mas não sabe exatamente o quê.

Veja alguns indicadores relacionados à desmotivação que merecem destaque:

  • Clima organizacional: colaboradores que atrasam o início de sua jornada ou a finalizam antes, pichação e má conservação da estrutura física da empresa, desperdício de materiais e conflitos interpessoais (leia sobre a relação entre Clima e Cultura Organizacional).
  • Falhas consecutivas no processo: é importante investigar o motivo pelo qual acontecem falhas consecutivas no processo de trabalho, isto pode ser indicador para a desmotivação.
  • Políticas empresariais: políticas ultrapassadas e engessadas, cultura organizacional são reflexos dos principais fatores desmotivacionais.
  • Fatores organizacionais: cultura dos fundadores, ramo de atividade da empresa, atuais dirigentes, área geográfica em que a empresa atua e ambiente sem organização, estes criam caminhos para todos os outros indicadores causadores de desmotivação já citados acima.

Vamos entender um pouco melhor o que acontece.

O ser humano segue basicamente em uma direção, que é atingir seus objetivos. Porém, nem sempre ele tem consciência de quais são seus objetivos, além de, na maioria das vezes, estar preso em padrões comportamentais. São nestes momentos que o papel do gestor direciona o foco das ações do indivíduo de forma que os anseios pessoais e profissionais se cruzem.

A vida pessoal destes indivíduos é movida pela motivação, e isto não é diferente no âmbito profissional, elas necessitam de desafios, capacitação, recompensa através do seu salário, premiações e reconhecimento constantemente, em contrapartida a empresa tem uma melhoria significativa na execução dos seus processos internos, geração de produtos e serviços, maior envolvimento e comprometimento.

Deve-se dar atenção à continuidade do trabalho, que sofre diversas transformações durante a vida útil da pessoa dentro de uma empresa. O que inicialmente era uma realização pessoal, com o passar do tempo vai se tornando um meio de sobrevivência, desmotivação e, algumas vezes, de insegurança. Isso é facilmente identificado atualmente frente ao grande número de pessoas insatisfeitas com sua ocupação e não envolvidas com o negócio da empresa. Uma pessoa não consegue seguir em frente se não for movida por uma meta. É esta meta que cria o estímulo e a impulsiona para atingir seu objetivo.

Outro ponto extremamente importante é que os gestores devem se preocupar com a formação de líderes, estimulando sua criatividade. É necessário dar liberdade para este colaborador melhorar os processos de trabalho, criar novos produtos e serviços, opinar em decisões, isto promove implicitamente o comprometimento dele com a empresa.

Mas, o que fazer? Quais técnicas podem ajudar?

  • Alinhe objetivos de planos estratégicos com metas claras diretas e tangíveis, é preciso ser realista para não gerar frustração com metas impossíveis ou sonhadoras.
  • Crie um ambiente transparente, divulgue os resultados a todos, estabeleça as regras do jogo, crie meios para atingir as metas, proporcionando condições físicas, tecnológicas e psicológicas.
  • Envolva as pessoas nas metas, faça-as entenderem e se comprometerem, plantarem para colher os benefícios.
  • Promova a integração das pessoas e das áreas, crie um clima onde elas colaborem entre si.
  • Defina e use todas as ferramentas possíveis para criar este clima colaborativo. Utilize mural, intranet, biblioteca corporativa, wiki, quadro de lembretes e redes sociais, esta é a tendência.
  • Comemore feitos e conquistas com festas, jantares, happy hours e eventos em geral.
  • Tratar a desmotivação dentro do ambiente de trabalho é semelhante a um tratamento médico: devemos atuar diretamente nas causas que levam as pessoas a se desmotivarem.

Podemos concluir que cada pessoa tem formas, necessidades e emoções distintas de para serem motivadas, por este motivo elas devem ser encaradas individualmente. Entender suas necessidades e fazer com que as pessoas cresçam juntamente com a empresa é o maior desafio dos gestores, atualmente.

Fonte: iMasters

  1. Robson Salvador
    01/03/2010 às 5:44 PM

    Perfeito Fernando,

    Com toda a metodologia, sensos e contrassensos a conversa franca e verdadeira continua sendo o melhor remédio para a organização.

    • Fernando Henrique
      02/03/2010 às 12:58 AM

      Robson, lí certa vez em um tutorial da FGV que não se consegue motivar pessoas, mas sim estimulá-las para que elas se motivem. Se todo gestor tivesse isso em mente, com toda certeza a produtividade, a ética e o respeito seriam fatores bastante comuns no ambiente corporativo!

      Obrigado pelo comment!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: