Início > carreira, Comportamento Pessoal, Marketing Pessoal > Comportamento pode ter ligação com a escolha da carreira

Comportamento pode ter ligação com a escolha da carreira

O comportamento pode influenciar negativamente a postura do profissional. Alguns, devido a sua inquietude, acabam deixando seus empregos antes mesmo de conseguirem aprender tudo que a função poderia oferecer.

É necessário que a pessoa perceba a importância da permanência mínima na empresa. Se não conseguir manter-se no emprego pelo seu temperamento, isso poderá afetá-lo futuramente em um próximo processo de seleção. As companhias não avaliam apenas as qualificações, mas também a tolerância.

A inquietude dos funcionários está ligada a escolha da sua profissão. Muitas vezes uma pessoa agitada não se encaixa bem em um cargo que exija concentração e trabalho em equipe, mas pode ser bem utilizada caso a empresa perceba essa diferença de perfil e realoque para outra função que necessite os traços de tal funcionário. O comportamento é muito baseado no momento que você vive e nas tarefas que desempenha.

Se o profissional decide atuar em um determinado segmento, mas aquilo não traz satisfação profissional, ele vai acabar se tornando instável. Nada vai atender suas necessidades. Ele não encontrará motivos para permanecer na empresa.

É importante entender primeiro qual o ponto de desequilíbrio que está desencadeando a inquietude da pessoa.

Profissionais irrequietos costumam ser instáveis, atrapalhando o crescimento da carreira. Tem que haver uma autoavaliação, recorrer a uma ajuda, se necessário, e repensar se está mesmo na profissão certa.

Feedback

Um ponto importante é o gestor dar feedback aos funcionários para justamente evitar que o temperamento da pessoa atrapalhe sua produtividade. O líder deve perceber o que está acontecendo e, se for o caso, sugerir algum tipo de ajuda. Também é preciso ver o histórico do profissional: avaliar seu currículo, se é a primeira vez que acontece que tal situação ocorre etc.

Geralmente, as empresa realizam o feedback uma vez por ano. Isso pode atrapalhar o acompanhamento dos funcionários. Muitas vezes, as reações das pessoas estão relacionadas com suas funções. Se o gestor não percebe, o profissional vai se tornando irrequieto e acaba indo embora antes mesmo de aprender e colaborar com tudo que poderia. Quando os funcionários são bem gerenciados e entendem que colaboram com a companhia, essa inquietude pode se tornar criatividade e dar bons resultados.

É nesse ponto que entra a percepção de cada um em entender que deve terminar o projeto.

Fonte: Carreiras IG

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: