Início > Internet, Marketing Pessoal, Profissional, Redes Sociais, Segurança > Como está sua imagem online?

Como está sua imagem online?

Excelente terça-feira, saudosos leitores! Alvitro-lhes-ei à “GOOGLAR” vossas graças (“ê trem chique!”). Isso mesmo! Não seria incorreto afirmar que exatamente TODOS vocês que agora lêem esse post, já usaram algum buscador ao menos 1 vez essa semana. Mas garanto que boa parte nunca experimentou procurar sobre si próprio!

O texto que seguirá foi escrito pela jornalista Sally Adee, da New Scientist, que foi traduzida e publicada hoje, na INFO.

Cultivamos nosso status social desde que nossos ancestrais primatas tiravam insetos das costas uns dos outros. A internet tornou a gestão da reputação mais difícil. Muitos usam a rede para compartilhar informações pessoais sem imaginar que elas podem atingir uma audiência maior e, muitas vezes, de forma definitiva. No mundo real, podemos criar várias identidades: você pode ter uma no trabalho e outra quando está com os amigos no bar. Esse tipo de fronteira desaparece na internet. Estamos perdendo a capacidade de apresentar essas diferentes personas na web. Para alguns azarados, essa confusão se tornou pública em situações desagradáveis. Algumas pessoas preferem se esconder na internet atrás de um pseudônimo. É a melhor solução para evitar problemas, certo? Nem sempre! Há um experimento no qual os participantes podiam conversar online usando apelidos. Descobriu que as pessoas ficavam mais dispostas a compartilhar dados pessoais, do tipo que afeta a reputação. Começou uma troca de informações sobre peso e problemas pessoais.

O perigo é que esse tipo de informação pode ser vinculada a você. A Netflix, empresa americana que oferece vídeos por streaming, descobriu isso da pior maneira. As sugestões de filmes são o núcleo do negócio, que tem um sistema que antecipa o desejo dos clientes. Em 2006, a Netflix ofereceu um prêmio para quem fizesse a melhor modificação nesse dispositivo. Para tanto, forneceu dados de meio milhão de clientes aos 51 mil competidores, incluindo o histórico de aluguel de filmes. A Netflix não se preocupou com a privacidade dos clientes porque os registros eram anônimos.

Mas os pesquisadores Arvind Narayanan e Vitaly Shmatikov, da Universidade do Texas, pegaram o banco de dados e cruzaram com resenhas postadas no site IMDb, a bíblia do cinema na internet. Isso permitiu inferir coisas como preferência política e orientação sexual a partir das escolhas de filmes. A Netf lix queria um sistema melhor, mas tirou muita gente do armário (risos).

Mas o que pode ser feito para recuperar a reputação online? Para começar, dê uma olhada nos perfis dos jovens nas redes sociais. Ainda que sejam acusados de não se preocupar com privacidade, vários adolescentes usam as redes para se promover. Alice Marwick, da Universidade Harvard, é coautora de um estudo sobre perfis de estudantes do ensino médio no Facebook. Ela descobriu que vários adaptam seus perfis para conquistar as faculdades. Eles destacam eventos saudáveis, como esportes. Os alunos revelam só a parte da personalidade que interessa às universidades.

Suba nas buscas

Inundar os buscadores com boas informações sobre você é uma maneira de estar nas primeiras páginas dos resultados de buscas. Como raramente vamos além das páginas iniciais, o gerenciamento da sua reputação pode se tornar bem mais fácil. Outra boa ideia é rechear o currículo online com muitos dados ou adicionar mais atividades que os empregadores gostam. Essas informações podem ir para sites como a rede profissional LinkedIn e outros 500 endereços semelhantes. A medida ajuda a criar referências cruzadas de links, o que faz os resultados subirem na busca. Em semanas, esses sites enterram as informações danosas à sua reputação e apresentam as novas.

Seja o dono do seu nome o máximo que puder. Tenha seu site, sua conta no Twitter, página no LinkedIn. Se houver alguma menção aleatória, não vai aparecer nos 100 primeiros resultados de buscas.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 29/12/2011 às 10:04 PM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: