Arquivo

Archive for the ‘web’ Category

[Profissão: TI] Analista de SEO e mídias sociais

Nos próximos anos, devem surgir no mercado novas profissões, impulsionadas pelo uso da tecnologia. Na realidade, hoje já convivemos com uma série de cargos que não existiam há alguns anos. Um exemplo é o caso dos profissionais que trabalham para melhorar a posição de uma empresa em sites de busca. Hoje, isso não só virou uma área importante, como tem sido uma ótima fonte de receitas para pessoas que exercem a função de analista de SEO (otimização de mecanismos de busca, em português).

O trabalho atende a uma demanda crescente das empresas: aumentar a visibilidade de suas páginas na internet. No entanto, faltam profissionais qualificados para exercer a função, uma vez que é uma área nova, para a qual não há cursos específicos.

Para suprir esta carência de formação técnica na área, muitos profissionais apelam para uma fonte que estão extremamente habituados: a própria Internet.

Consultando fóruns, manuais e trocando experiências com outros profissionais que atuam na área, é que esses analistas adquirem know how e vão alimentando o banco de conhecimento para que outros interessados possam consultar e desfrutar das informações.

Além do analista de SEO, outro tipo de novo profissional que também está em alta, mas ainda com escassez de mão-de-obra é o analista de mídias sociais.

Mas, assim como na área de SEO, entre analistas de mídias sociais a história se repete: faltam profissionais e não há formação específica para quem quer ocupar um cargo nesse setor. Essas profissões do futuro não têm faculdade hoje. É comum esses cargos serem ocupados por profissionais que não são formados propriamente em TI. Muitos são publicitários, designers, jornalistas etc. As caracteristicas comportamentais são mais importantes do que a formação nesses casos.

Fazer cursos na área é importante, mas correr atrás e praticar faz muito mais diferença para quem quer buscar uma oportunidade nessas novas profissões que surgem na área de tecnologia. É essencial não perder tempo, uma vez que o mercado de TI se movimenta com muita rapidez.

Contribuição: OLHAR DIGITAL

Criação do Google revoluciona a Internet [Conecte – Jornal da Globo (03/03/11)]

Excelente noite, nobres leitores! Ótima sexta-feira de carnaval a todos.

Ontem (03/03/2011), o Jornal da Globo  exibiu no quadro Conecte (apresentado semanalmente toda quinta-feira), uma reportagem sobre a revolução causada na Internet com o surgimento do Google.

O vídeo aborda como Larry Page e Sergey Brin criaram uma ferramenta com uma modelagem totalmente inovadora e subitamente, com grandes aquisições como o Youtube e Orkut conseguiram dominar uma gigantesca parte dos serviços online.

Particularmente, o que mais me chamou a atenção na reportagem foi a visão brilhante de negócios do CEO do Google Eric Schmidt, onde ele aborda sobre privacidade dos dados de seus usuários, o futuro no mercado brasileiro e sua concorrência com o Facebook e Microsoft. Vale muito a pena conferir.

Nota do autor: Só não incorporei o vídeo aqui no blog, porque o site do G1 não fornece o código embed e ainda não está disponível no Youtube. Assim que possível, postarei aqui pra vocês. Segue o link para visualização:

Google causa uma verdadeira revolução no mundo da internet

Prêmio TopBlog 2010 – Blogosfera Sustentável

Proibido para menores

Não, ainda não cumpri a promessa de postar vídeos do RedTube aqui no Domínio TI! Tampouco abri a seção adulta do blog, este é um outro projeto. Demos um “adios” ao Baú DTI para a estréia do novo Proibido para menores.

Nome bastante sujestivo, mas nao se trata de sacanagem e sim de um título mais comercial do que o predecessor. Fizemos um limpa no Baú DTI, que estava com mais 50 posts/vídeos na mesma página, deixando a navegação lenta e pouco inteligente. Como o WordPress.com não permite a publicação de posts em páginas criadas além da principal, o jeito foi organizar em arquivos. O Proibido para menores manteve o arquivo Baú DTI subdividido em Proibido para menores #2 e #3, como vocês podem perceber ao posicionar o cursor sob o menu da seção.

Essa mudança também foi realizada na seção Dicas e Downloads, com a criação do Arquivo D&D. Assim, caso o leitor queira ainda anotar aquela dica antiga que tinha antes da limpeza, poderá acessar sem problemas.

Espero que goste das adaptações e peço à todos que compartilhem dicas para as novas seções, para que possamos ter um acervo cada vez maior e de qualidade absoluta. Acompanhem o Proibido para menores, atualizado todo sábado com o melhor dos anos 70, 80 e 90. Forte abraço e curtam o blog!

Crescimento da Internet no Brasil traz novas oportunidades de carreira

A internet no Brasil já conecta 64 milhões de pessoas,  e a estimativa para os próximos dois anos é que esse número supere 40%. De olho na expansão desse mercado, as empresas de tecnologia, e também as demais que usam a web como entreposto comercial, começaram a recrutar profissionais para atuar em tempo integral na rede. Novos postos de trabalho estão surgindo em atividades que até bem pouco tempo não existiam.

Um exemplo é o gestor de redes, responsável por antecipar necessidades dos consumidores vasculhando as redes sociais. Daqui a três anos o mercado precisará de 1 milhão e meio de profissionais em áreas diversas. Esse dado é fruto da 20ª Pesquisa Anual do Uso de TI, realizada de agosto de 2008 até abril de 2009 pelo Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da FGV-SP.

O levantamento considera a opinião de 5 000 empresas de grande e médio portes. O cálculo do número de funcionários para dar conta da demanda no setor foi feito com base em estatísticas que consideram o número de pessoas com acesso a computadores na população brasileira. Em 2008 existiam pouco mais de 60 milhões de computadores no país e a demanda era por 520 000 profissionais. A estimativa é que em 2012 haverá 100 milhões de computadores ligados à rede. Daí a maior necessidade de gente nas empresas coordenando as operações na web. O estudo, no entanto, não considera as dificuldades de formação de mão de obra qualificada para o setor. Portanto, é de se esperar que existam mais vagas abertas nas empresas do que gente capacitada para preenchê-las.

Atualmente o salário dos profissionais que atuam na área varia de R$2 000, para iniciantes (considerados Analistas Junior), a R$12 000, no caso de gerentes, podendo ultrapassar essa cifra, dependendo do porte da empresa. A maior parte das ofertas de emprego está concentrada na região Sudeste do país, assim como os cursos para quem quer atuar nesse mercado — ainda que grande parte dos profissionais dessa área seja mesmo autodidata. É cada vez mais importante entender o que o internauta quer, e as redes sociais proporcionam essa sabedoria.

A principal função do gestor de redes é mapear tendências da web e descobrir por onde a internet anda, e com base nas projeções, adequar o plano de negócios da empresa a essas tendências. Acompanhe algumas das funções que estão ganhando força com o crescimento da rede no Brasil.

Relacionamento online: Modera comunidades e sites de relacionamento, desenvolve estratégias de marketing e relacionamento digital.

Suas principal função é observar redes sociais para melhorar o relacionamento da empresa com os clientes. No ano passado, quase 30% das vendas de algumas empresas foram via internet.

Análise de desempenho: Testa softwares e sites para corrigir erros de programação.

Os analistas de desempenho identificam falhas antes que um site entre no ar ou um software seja lançado. A função é estratégica para quem depende de transações online, como companhias aéreas e bancos. É importante entender de programação, de banco de dados e de sistemas operacionais. Os salários vão de R$2 500 a R$6 000 reais para cargos operacionais.

Especialista em busca: É responsável por otimizar sites para que apareçam bem posicionados nas páginas de buscadores como Google, Yahoo! e Bing.

Apesar da demanda, ainda são poucos os cursos sobre o tema. O salário médio é de R$3 000, mas quem lidera equipes pode ganhar bem mais.

Publicidade em outros formatos: A principal função é o relacionamento com agências. Verificar tendências e aplicar marketing em cima das mais diferentes plataformas.

Informações de Você S/A

Gerencie sua reputação na web

O aumento da utilização das redes sociais como ferramentas de relacionamento profissional trouxe, finalmente, o entendimento de que informações ruins publicadas na web podem trazer resultados extremamente negativos para sua reputação e carreira.

Além da consciência sobre como esses dados podem influenciar seu futuro, os profissionais podem fazer uso das próprias ferramentas online para reverter situações negativas e beneficiar-se delas.

O gerenciamento da reputação é uma missão crítica para os profissionais. Na medida em que um profissional sobe na estrutura hierárquica das corporações, torna-se mais visível – o que aumenta a possibilidade de buscas por seu nome nos sistemas de pesquisa.

Atualmente, é comum que recrutadores e até mesmo diretores de empresas façam uma busca na web para ter acesso a mais informações sobre determinada pessoa. Assim, toda e qualquer menção ao nome de alguém na internet tem grande importância e pode servir como publicidade profissional – positiva ou negativa.

Por isso, os profissionais de TI devem gerenciar suas aparições na internet e fazer um trabalho de SEO de sua marca pessoal.

Como? Seguem aqui algumas dicas:

  • Saiba o que é dito sobre você na web: por meio de buscas utilizando diferentes combinações entre seu nome e sobrenomes. Reserve um tempo para essa tarefa e cheque sites de relacionamento – pessoal e profissional -, veículos de comunicação especializados em sua área de atuação, blogs de amigos e colegas de trabalho e todos os outros endereços eletrônicos com os quais você possa ter alguma ligação.

    Além de menções profissionais, descubra se amigos, vizinhos, parentes ou conhecidos postaram alguma informação citando seu nome na web e monitore as mensagens deixadas pelos seus contatos em suas páginas nas redes sociais.

    Depois disso, cadastre todos os endereços e cadastre-se em seus mecanismos de RSS para que você seja avisado a cada citação nova de seu nome nos sites. Use essas informações para preparar-se para situações nas quais tais dados serão de conhecimento de seu interlocutor.

  • Defenda-se: e não ignore qualquer menção negativa a seu nome. Responda educadamente a todas as críticas. Assim, você demonstra habilidade de liderança e mostra que consegue defender seu caráter. Essas características são muito consideradas no momento das contratações.
  • Controle os resultados de busca pelo seu nome: utilizando os dez primeiros sites apontados pelo Google após uma pesquisa sobre você. Normalmente recrutadores e outros executivos avaliam os primeiros resultados da busca com mais afinco, portanto, aja para que as informações mostradas sejam positivas.
  • LinkedIn: atualmente, essa é a ferramenta de networking profissional mais utilizada e bem vista da internet. Diferente do Orkut ou Facebook, serve para mostrar suas qualificações e experiências profissionais. Muitas empresas de recrutamento e seleção utilizam-o como guia e fonte de pesquisas. Não perca tempo. Deixe sempre seu perfil atualizado e busque referências de seus contatos (boas, de preferência).
  • Blogs: Crie um blog que contribua com conhecimento. Criar por criar, apenas para utilizar como um “diário pessoal” não é uma boa idéia. As pessoas não estão interessadas em ler sobre o que você pensa, mas sim sobre assuntos que você conhece que possam ajudá-las a solucionar problemas ou agregar informação e conhecimento. Essa é a forma mais prática de obter sucesso. A web contém milhares de blogs e para ser notado é preciso ser relevante.
  • Comentários: Comente assuntos em blogs e fóruns que você tem interesse e que tenham relacão com sua área de atuação. Seja para estimular um debate ou para mostrar interesse em aprender. As empresas e profissionais lêem blogs e comunidades relacionadas ao seu negócio e se você participa e contribui positivamente poderá ser lembrado em uma seleção.
  • Gramática: Erros de português passam uma imagem muito negativa. Portanto se não sabe, pesquise.

    O importante é ter bem claro que atualmente não existe mais privacidade e você pode estar sendo visto por todos. Dessa forma, é melhor não correr riscos, faça bem e direito para ser admirado por muitos e indicado por alguns. Seja sincero, porém sempre discreto.

Informações de CIO e Minha Carreira

Mozilla libera versão RC do Firefox 3.6

A Mozilla lançou nesta semana para download a primeira versão Release Candidate do Firefox 3.6. Os usuários podem baixar a nova atualização a partir do site da desenvolvedora ou esperar pelo update automático do browser.

O RC1 ganhou um motor que possibilitará ao usuário, por exemplo, carregar diversas fotos de forma mais rápida, ou até mesmo melhorar o desempenho de JavaScript. O navegador também aperfeiçoa o sistema de caixas de texto e agora avisa sobre a atualização de plugins.

A versão final 3.6 do Firefox deve chegar aos usuários no segundo trimestre de 2010. Para baixar o RC nas versões Windows, Mac ou Linux, clique AQUI.

Semana passada, a fundação Mozilla liberou uma atualização para as versões 3.5.7 e 3.0.17. Mais detalhes, acesse aqui.

Firefox 3.5.7 e 3.0.17 corrige vulnerabilidades e traz estabilidade ao browser

A fundação Mozilla lançou esta semana uma atualização para as versões 3.5.7 e 3.0.17 do Firefox. As correções aumentam a segurança, corrigindo diversas falhas e aprimorando a estabilidade do navegador.

Aparentemente essas atualizações estão apresentando resultado, pois a Mozilla publicou um artigo em seu blog (powered by WordPress) que analisa em gráficos uma queda no número médio geral de travamentos do Firefox nos últimos meses.

Usuários do Firefox 3.5.x ou 3.0.x receberão uma notificação da nova versão dentro dos dois dias subsequentes ao lançamento (que foi dia 05/01). A atualização pode ser feita pelo menu Ajuda > Verificar atualizações. O download está disponível também no site da Mozilla (3.5.7 | 3.0.17) para os SOs Mac OS X, Windows e Linux.

Se você não usa Firefox, não sabe o que é navegar na Internet. Então baixe agora o executável AQUI. Ótimo final de semana!

Gestores de tecnologia falham ao lidar com o uso de redes sociais nas empresas

Como os CIOs têm lidado com as redes sociais dentro das organizações? Na maior parte dos casos, os executivos optam por criar políticas que bloqueiem o acesso dos funcionários a esse tipo de ferramenta. Alguns alegam questões de segurança da informação, enquanto outros apontam que o objetivo é evitar a perda de produtividade.

O problema com esse tipo de abordagem está no fato de assumir que as redes sociais podem e devem ser bloqueadas com tecnologia. Mas o fato é que muitas pessoas já usam aplicações sociais na web durante o expediente de trabalho em seus próprios smartphones.

Um dos erros que os gestores de TI cometem é pensar nas redes sociais como qualquer outro tipo de comunicação digital. Mas ferramentas como o Twitter e o Facebook representam um novo formato de relacionamento interpessoal.

A única forma eficiente de lidar com as redes sociais nas empresas é a TI investir em políticas e treinamentos dos funcionários, com o intuito de mostrar como eles podem utilizar esses recursos de forma adequada, sem prejudicar a segurança da informação e burlar as regras corporativas.

Por exemplo: não é só porque a área de TI pode gravar qualquer conversa telefônica que ela precisa fazer isso. Assim, a educação dos usuários tende a ser muito mais efeciente do que a implementação de tecnologias voltadas a bloquear o acesso às redes sociais.

Os CIOs precisam ter em mente que, quando não permitem que os funcionários da organização acessem as redes sociais, eles podem afetar diretamente os seus negócios. Na próxima década, essas ferramentas vão ter o mesmo impacto na sociedade e nas organizações que a internet provocou nos anos 90. Ao criar barreiras para o uso dessas ferramentas, os gestores de TI podem perder espaço para os concorrentes.

3G: Qual operadora oferece o melhor serviço?

Ou devo dizer o menos decepcionante?!

Está aí a prova do nosso “sinal de qualidade” 3G! Pagamos absurdamente caro e temos a internet pior que a de Guiné-Bissau. Olha isso:

Links da matéria:
Mapa com sinal 3G
Speedtest.net

Fonte: Olhar Digital

%d blogueiros gostam disto: